4 Dicas de Contabilidade para abrir uma clínica

4 Dicas de Contabilidade para abrir uma clínica

4 Dicas de Contabilidade para abrir uma clínica 1920 1080 cdmcontabilidade

4 Dicas de Contabilidade para abrir uma clínica

Você que é profissional de saúde e pretende abrir uma clínica de saúde é importante se preparar bem antes de começar.

Empreender é uma decisão que exige uma visão global sobre o mercado em que você quer atuar, ter um objetivo bem definido e, sobretudo, realizar um bom planejamento.

Esses três pontos são importantes para realizar a gestão de uma clínica, assim como a de qualquer empresa.

Mas, quando falamos especificamente sobre abrir uma clínica de saúde, a área da Contabilidade tem algumas dicas que podem nortear o profissional da saúde empreendedor nesse início de processo.

Isso, porque a Contabilidade pode ser útil em diversas frentes.

Então, a seguir, você confere 4 Dicas sobre aspectos legais, tributários, trabalhistas e comerciais para ter uma ideia do caminho que será preciso percorrer até você se sentir seguro e confiante para abrir a sua própria clínica.

1. Aspectos legais

Lidar com a saúde das pessoas não é algo simples e envolve muita responsabilidade.

Por isso, para empreender na área de saúde é preciso ter o aval da ANS – Agência Nacional de Saúde, que classifica a clínica de acordo com as especialidades e procedimentos ali realizados.

Então, é preciso se informar sobre quais são as exigências para as especialidades e procedimentos que você pretende oferecer na sua clínica.

Além disso, há outros órgãos que precisam autorizar a abertura de uma clínica, como a Vigilância Sanitária, o Corpo de Bombeiros e a Prefeitura da cidade.

Ou seja, é imprescindível se informar sobre esses requisitos.

E contar com um profissional especialista nessa área, experiente e capacitado pode dar mais segurança e confiabilidade para o planejamento de abertura da sua clínica.

2. Aspectos tributários

Outro ponto fundamental para abrir uma clínica é definir como ela vai se enquadrar em relação às obrigações tributárias.

Os aspectos tributários envolvem a decisão de abrir a clínica como pessoa física ou pessoa jurídica, por exemplo.

E cada alternativa traz uma série de vantagens e desvantagens em relação à forma como você recolherá impostos, valores, quais garantias serão dadas, que obrigações e direitos você terá, entre outros pontos importantes de serem analisados com calma e por quem entende do assunto.

3. Aspectos trabalhistas

Outro ponto importante para quem pensa em abrir uma clínica é estipular a equipe de trabalho – quantos colaboradores serão necessários para manter a clínica em funcionamento e que profissionais serão esses.

Vale a pena listar as funções que necessitam de mão de obra especializada e que profissionais poderiam ser responsáveis por cada atividade.

Normalmente, além dos médicos e/ou profissionais da saúde, uma clínica precisa de profissionais da área administrativa, limpeza, marketing, contadores e advogados.

Depois de definir os profissionais necessários, é muito importante considerar a possibilidade de contratar por dias específicos, para reduzir gastos que não precisam ser contínuos.

Independente do regime de contratação, é conhecer a legislação para assegurar os direitos trabalhistas dos funcionários contratados.

4. Aspectos comerciais

E, finalmente, mas não menos importante, é imprescindível avaliar os aspectos comerciais ao planejar a abertura da sua clínica, como a localização e a infraestrutura do imóvel, por exemplo.

Esses pontos podem ser determinantes para garantir o fluxo de pessoas e o sucesso da sua clínica.

Nesse sentido, antes de escolher um lugar e um imóvel, é preciso conhecer o perfil dos pacientes da sua clínica, e obter informações sobre faixa etária, escolaridade, renda e patologias mais comuns.

Outro ponto importante é avaliar o entorno do imóvel antes comprar ou alugar.

Então, é fundamental procurar saber quais são os concorrentes e que opções existem para o perfil dos seus clientes na região pretendida.

Gostou das dicas?

Elas são úteis para quem está iniciando o processo de planejamento para abrir uma clínica.

Esse processo é lento e exige atenção para evitar futuros prejuízos e decepções.

Se você quiser ou precisar de uma assessoria especializada em contabilidade para realizar um planejamento completo da abertura da sua clínica, a CDM tem profissionais experientes e capacitados à sua disposição. Entre em contato e saiba como nós podemos te ajudar.