5 tendências de tecnologia para pequenas empresas

5 tendências de tecnologia para pequenas empresas

5 tendências de tecnologia para pequenas empresas 1920 1080 cdmcontabilidade

A revolução digital é uma realidade. Cada vez mais, empresas de todos os portes e segmentos vêm utilizando tecnologias para otimizar a rotina de trabalho, conhecer seu público e se relacionar com clientes e fornecedores.

No início, várias dessas tecnologias eram exclusividades de multinacionais e empresas que nasceram digitais. Mas, hoje, pequenas e médias empresas já podem utilizá-las, porque estão cada vez mais acessíveis. 

A escolha pela modernização, no entanto, é algo que deve ser bem pensado e, sobretudo, planejado, pois uma ferramenta pode trazer muitos benefícios e vantagens para um negócio, mas não causar tanto impacto em outro. 

Por isso, a gente selecionou algumas tendências de tecnologia para pequenas empresas. Assim, você se mantém atualizado sobre as novidades do mercado e pode começar a pensar em um upgrade para a sua empresa.

Então, vamos lá.

1. Computação em Nuvem

Computação em Nuvem é a tecnologia que oferece armazenagem de dados e o uso de softwares por meio da internet. Na prática, ela elimina a necessidade de ter uma estrutura física de computação.

Além disso, a nuvem permite que o usuário pague somente pelos recursos que utiliza, o que lhe dá flexibilidade para contratar o serviço de acordo com a demanda, que pode variar ao longo do tempo e conforme o crescimento do negócio.

Ou seja, essas duas características ajudam a enxugar o custo operacional da sua empresa.

Adotando a computação em nuvem, não será preciso manter uma equipe específica para configurar e gerenciar o sistema de computação interno, nem se planejar para investir em novos equipamentos.

2. Chatbots

Chatbot é uma ferramenta utilizada para o relacionamento da empresa com pessoas de fora. Ele simula uma conversa em um chat, por meio de um diálogo pré-definido entre o usuário e um robô.

Normalmente, o Chatbot é utilizado para resolver tarefas burocráticas, como tirar dúvidas, fornecer informações básicas sobre produtos e serviços e orientar a pessoa para o setor da empresa que pode resolver o seu problema diretamente. 

Mas, ele também pode ser usado na área comercial e de marketing, para realizar vendas e captar informações de clientes em potencial.

A grande vantagem de adotar o Chatbot é otimizar a rotina dos funcionários liberando tempo para que eles trabalhem em tarefas mais produtivas. 

Apesar das vantagens, recomenda-se usar o Chatbot em situações simples e previsíveis, e nunca para substituir o atendimento humano, pois o resultado pode não ser satisfatório em demandas complexas.

3. Software de Gestão

Outra opção que está em alta é o uso de Softwares de Gestão que possibilitam ter a visão geral do negócio a partir de informações sobre o desempenho de todos os departamentos de modo integrado.

A grande vantagem dessas ferramentas é a praticidade que elas oferecem para o gestor acompanhar metas e resultados, perceber onde estão as falhas, onde é preciso melhorar e acompanhar a trajetória da empresa.

Além de auxiliar na tomada de decisão pontual, Softwares de Gestão contribuem muito para o planejamento estratégico do negócio.

Ou seja, essa tecnologia favorece não só a organização interna, mas também o crescimento da empresa.

4. Compartilhamento de Dados

Atualmente, grande parte das decisões em uma empresa são tomadas a partir da análise de dados, que, cada vez mais, são gerados em grandes quantidades.

Para se ter uma ideia, o Google Cloud estima que, de 2009 a 2020, o aumento médio na geração de dados estará acima de 4.000% ao ano. 

Isso sugere que quase tudo o que envolve, produção, oferta e consumo de produtos e serviços têm sido transformado em dado desde então. E a tendência é que isso só continue crescendo.

As empresas estão percebendo que, cada vez mais, a prática de cruzar dados é essencial para compreender cada processo e melhorar os resultados, tanto internos, quanto externos.

No entanto, a análise de dados ainda é muito concentrada na figura do gestor, o que reduz a capacidade de as empresas inovarem.

Por isso, descentralizar o acesso a dados pode ser uma boa opção para empresários que buscam obter mais insights e fomentar a inovação em seus negócios.

5. Plataformas de Gerenciamento de Equipe

Por fim, mas não menos importante, outra opção para pequenas empresas que pretendem reduzir custos e obter ganhos de produtividade é adotar o uso de Plataformas de Gerenciamento.

Se você não precisa ter funcionários trabalhando no mesmo local, essa ferramenta permite acompanhar o desempenho das tarefas de uma equipe, avaliar o rendimento de cada colaborador e integrá-los dentro de um mesmo processo produtivo.

A alternativa do trabalho remoto não é recomendada para todos os tipos de negócio, pois muitas vezes o fator “presença” agiliza o andamento das tarefas em equipe.

No entanto, ela pode ser uma solução temporária e tem se tornado cada vez mais comum em áreas como a de TI, por exemplo.

Quer saber mais sobre tendências de empreendedorismo? Clique aqui e fique sempre atualizado.