Conheça a importância da Contabilidade para Advogados

Conheça a importância da Contabilidade para Advogados

Conheça a importância da Contabilidade para Advogados 1920 1080 cdmcontabilidade

Se você é advogado e trabalha como autônomo, certamente você precisa conhecer as vantagens de contar um serviço de contabilidade para tornar a sua atividade profissional mais prática e rentável.

Mesmo que você queira continuar atuando sem ter sócios, nem funcionários.

A começar pela economia que a abertura de uma empresa pode render. 

Mas também pela maior disponibilidade de tempo para tratar de questões próprias do dia a dia de um advogado, você verá que os benefícios de ter um contador habilitado são consideráveis.

Pensando em esclarecer alguns desses benefícios, a gente preparou esse artigo para você.

Assim, é importante saber desde já que um escritório de contabilidade pode realizar muito mais do que o simples cálculo dos impostos a pagar e o devido preenchimento das declarações necessárias. 

Além da contabilidade propriamente dita, você não precisará ocupar seu tempo com obrigações acessórias, folha de pagamento e nem a distribuição de lucros da sociedade de advogados, caso opte por ter sócios na sua empresa.

Outra grande vantagem é que todo o controle financeiro do seu escritório ficará a cargo do profissional de contabilidade, que também fica responsável legalmente por assinar a escrituração contábil exigida por lei.

São esses alguns dos principais benefícios que veremos a seguir.

1. Economizar no pagamento de tributos

Se você tem alguma dúvida sobre se é melhor continuar trabalhando como profissional autônomo ou abrir um escritório de advocacia, certamente você encontrará sua resposta logo abaixo.

Simplesmente, porque, como empresa, você pagará bem menos impostos.

O que acontece geralmente é que, enquanto a carga tributária que incide sobre os ganhos do autônomo varia de 42,5% a 50%, no caso da empresa essa porcentagem é, no máximo, de 14%, se ela estiver enquadrada no Simples Nacional e faturar até R$ 1,8 milhão por ano, por exemplo. 

Já para escritórios menores, a alíquota é de 4,5% se o faturamento anual for menor que R$ 180 mil. 

Esse é o peso de todos os impostos, taxas e contribuições somados.

2. Evitar sobretaxa e multas

Outro ponto importante a se prestar atenção diz respeito à prestação de contas sobre os serviços advocatícios realizados.

É fundamental que, nessa hora, o responsável separe o valor das receitas com honorários recebidos pelo profissional dos valores creditados a seus clientes.

Caso essa separação não seja feita de maneira correta, é possível que o advogado autônomo tenha seus gastos elevados com o pagamento de impostos maiores do que o necessário e até multas.

Portanto, essa é uma tarefa que exige organização e bastante atenção.

Ainda a respeito da devida segregação de valores, se essas movimentações financeiras não forem registradas corretamente, elas podem desorganizar a escrituração contábil e até levar a empresa a ser autuada por órgãos de fiscalização.

3. Planejamento Tributário

Assim, chegamos ao benefício que engloba os dois apresentados acima e ainda mais, o chamado planejamento tributário, que oferece uma visão geral do escritório de advogados como um negócio.

É essa visão geral que permite ao empreendedor otimizar o seu tempo de trabalho utilizando-o como melhor lhe convier para aumentar suas receitas ou aproveitar com a família, por exemplo.

Nesse sentido, a contabilidade para advogados pode auxiliar na análise das informações financeiras e contábeis da empresa por meio de diversas ações.

A começar pela escolha do regime tributário mais adequado ao escritório, pensando não só no presente, mas levando em conta as expectativas dos donos em relação ao crescimento do negócio.

Também é possível realizar ações mais pontuais como a recuperação de impostos a mais anteriormente, a busca por meios legais de reduzir a carga tributária, aplicação correta de alíquotas.

E ainda, criar uma agenda interna de obrigações da empresa, facilitando a entrega no prazo de documentos e declarações obrigatórios.

Em suma, é esse acompanhamento cuidadoso de todos os custos fixos e variáveis que permite ao empreendedor ter uma noção ampla do negócio e, a partir disso, traçar estratégias efetivas, seja de crescimento, seja de aumento da produtividade do trabalho para dispor de mais tempos e recursos.

Entendeu como uma assessoria contábil pode ajudar na gestão do seu escritório de advocacia?

Se você quer saber mais sobre contabilidade e empreendedorismo, clique aqui e fique atualizado.