Quem investe na Bolsa precisa declarar IRPF?

Quem investe na Bolsa precisa declarar IRPF?

Quem investe na Bolsa precisa declarar IRPF? 1024 576 Isabela Brito

Quem investe na Bolsa de Valores precisa pagar Imposto de Renda?

Sim, seus investimentos na bolsa devem ser declarados como Renda Variável.
Para declarar os rendimentos dos seus fundos, vá até a ficha “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva” da declaração, cujo código é “06 – Rendimentos de aplicações financeiras”. Se o fundo for imobiliário, use o código “26 – Outros”.
Você também vai precisar declarar o saldo dos fundos, que equivale ao montante existente no último dia do ano anterior ao da declaração. Ele precisa ser maior que R$ 140. Informe na ficha “Bens e Direitos”.
Para cada tipo de fundo investido, é preciso usar um código diferente:
Código 71 – para fundos de curto prazo
Código 72 – para fundos de longo prazo
Código 73 – para FIIs – Fundos de Investimento Imobiliário
Código 74 – para ETFs – Exchange Traded Funds
Considere sempre a variação do câmbio para declarar o saldo dos rendimentos, pois o montante final é tributável quando o investidor solicita o resgate ou liquidação em reais.
Já sobre os rendimentos de aplicações financeiras, você precisa utilizar o programa para Ganho de Capital (GCAP), disponível no site da Receita Federal. Baixe o arquivo correspondente ao ano do recebimento dos rendimentos.
No GCAP, você vai apurar, calcular e pagar o imposto devido sobre os investimentos realizados na Bolsa de Valores através do DARF sobre investimentos. Depois, na declaração anual, é só informar os dados dessa etapa com os comprovantes de pagamento ou importar o arquivo que você registrou no aplicativo de registro de Ganho de Capital.
Para quem investe em renda fixa, como CDB, LCI e Tesouro Direto, por exemplo, a declaração é mais simples: na ficha “Bens e Direitos”, escolha o Código “45 – Aplicação de Renda Fixa (CDB, RDB e outros)”. Para a poupança, que aparece como “caderneta de poupança”, o código é o “41”